Por que sentimos mais sono no frio?

Por que sentimos mais sono no frio? - América Colchões

Por que sentimos mais sono no frio?

É só a temperatura cair para surgir aquela famosa pergunta: por que sentimos mais sono no frio? Para muitos a resposta seria a famosa preguiça, afinal de contas sair da cama logo pela manhã não é uma tarefa tão simples. Mas, na verdade, esse tipo de comportamento pode estar relacionado ao Sol. Sim, nossa fonte natural de calor e luz!

A explicação para a sensação de que temos mais sono no frio é que durante o inverno acontece um fenômeno astrológico. Com a distância entre o Sol e a Terra, além dos movimentos naturais do nosso planeta, os dias ficam mais curtos e as noites mais longas. Isso não significa que temos mais horas do que as eventuais 24 por dia. Apenas a quantidade de horas na companhia da luz do sol sofre alteração.

Diferentemente do verão, quando o sol se põe em horários como 20h, no inverno a partir das 18h já está escuro em muitas regiões do país. É claro que tendo em vista a proporção do Brasil, essas referências podem variar de uma região para outra. Mas a ideia é a mesma.

Em dias mais frios, por instinto o ser humano muda o comportamento. Passa a ingerir comidas mais gordurosas e bebidas quentes. Além disso, evita a prática de atividades físicas, por exemplo. Passando mais tempo em casa, agasalhado ou com o aquecedor ligado, à sensação de conforto é maior. Mas estas não são as justificativas para esclarecer o mito de que no frio temos mais sono.

O comportamento do corpo humano
A quantidade de horas necessária para repouso varia de pessoa para pessoa. Recém-nascidos, por exemplo, costumam dormir em média 16 horas por dia. Para um adulto saudável, especialistas defendem a necessidade de 8 horas de descanso. Dependendo do dia e da rotina do indivíduo, é aceitável que em um domingo, por exemplo, a quantidade de horas na cama seja maior.

Neurologistas defendem o pensamento de que com a luz do dia se despedindo mais cedo durante o inverno, se comparado com o verão, por exemplo, o nosso organismo entenda que possui mais tempo para repousar. Falsa sensação provocada pelo simples fato de que anoitece mais cedo.

De acordo com especialistas em sono, a noite é o período ideal para que o nosso corpo consiga descansar. As 8 horas diárias auxiliam na produção de hormônios que nos ajudam a ter uma vida mais saudável e produtiva. O nosso organismo só consegue produzir a melatonina, o hormônio no sono, quando fechamos os olhos e inibimos a entrada de luz.

Sabendo que as noites são mais “longas” durante o inverno, não precisa ser um grande matemático para encontrar o X da questão. Com mais tempo para descansar, a produção de melatonina em nosso organismo automaticamente vai ser maior.

O hormônio é produzido pelo nosso corpo naturalmente. Entre várias funções, ele possui a missão de nos induzir ao sono. A melatonina está relacionada ao metabolismo. Quanto mais regulado o corpo estiver, melhor será a produção da substância.

Pessoas que têm dificuldade para dormir buscam o hormônio em fórmulas manipuladas. Por enquanto, a venda de melatonina em cápsulas não é autorizada no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa. Pacientes com receita médica conseguem acesso ao produto por meio das farmácias de manipulação ou através da importação.

Mas lembre-se: se durante o inverno, você aumenta a quantidade de horas de sono, automaticamente vai aumentar a quantidade de melatonina em seu corpo. Com uma grande concentração desse hormônio que induz ao sono, maior será a sua vontade de dormir. Por isso, a saída é manter a rotina e não se abater com as baixas temperaturas.

Já que, cientificamente falando, você tem tudo para dormir mais durante o inverno, que descanse sobre um colchão de conforto e qualidade, certo? Aqui na nossa loja de colchões da Euro, temos diversos produtos do mais alto nível para garantir um sono tranquilo para toda a sua família. Navegue pelo site e confira.

Compartilhe